Please enable JavaScript to view the comments powered by Disqus. blog comments powered by Disqus

Gastrostomia e Fisioterapia Aquática Funcional [atualizado x2]



Bom dia, Juliana, Td bem?

Fiz o curso de Fisio Aquática Baseado em Evidências e gostei muito. Trabalho com fisio aquática e estou com uma dúvida: Estou com uma paciente de 1 ano que esta fazendo uso de sonda de alimentação abdominal. Fez a cirurgia há mais ou menos 2 meses. O que posso colocar para "tampar" o local da cirurgia para que a agua não retorne?

Obrigada,

Luana T. / Santa Rita do Sapucaí - MG
Fisioterapeuta / APAE 

Resposta: Olá Luana, fico muito feliz em saber  que gostou do nosso curso.

Muito obrigada por colaborar conosco, estou certa que muitos profissionais tem a mesma dúvida.

Certifique- se  que existe liberação médica para que este paciente frequente a piscina.

Avalie o objetivo do tratamento, se for aquisição de controle cervical, ou de amplitude de movimento de membros superiores, e o paciente estiver clinicamente estável, ele se beneficiará com o atendimento.

Podemos utilizar o Tegaderme™ da 3M para proteger a área, e sobre este utilizamos uma faixa de neoprene com velcro posicionado para trás.


Forte abraço,
Sucesso sempre

Juliana Borges


Pergunta dos comentários (Camila): Olá pessoal! Gostei muito desta pergunta porque sempre ficamos com um certo receio em colocar o paciente com gastrostomia na piscina. Mas tenho uma outra pergunta: onde trabalho não tenho essa faixa de neoprene. Posso pedir para o paciente colocar uma camiseta mais justa como forma de proteção da gastro?

Muito obrigada! Um abraço a todos!

Camila A.
Fisioterapeuta do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto - SP


Resposta: Olá Camila, ótima pergunta.

A faixa de neoprene é a melhor opção para proteção neste caso.

É fácil confeccioná-la. Ela deve ter a largura do processo xifóide até a espinha ilíaca ântero superior, o velcro é costurado nas extremidades laterais para que fechem se sobrepondo e com uma certa tensão, no máximo de um dedo, como uma cinta elástica abdominal.

Também pode ser utilizada quando for necessário adquirir amplitude de movimento ou realizar exercícios ativos de membros superiores em pacientes com déficit de controle de tronco.

Faixa de neopreneLargura da faixa: processo xifóide até a espinha ilíaca ântero superiorVelcro costurado nas extremidades laterais

A disposição,

Forte abraço

Sucesso sempre

Juliana Borges da Silva



Pergunta dos comentários (Luciana): Meu nome é Luciana e tenho uma filha de três anos com gastrostomia. Não anda ainda e tem a síndrome de cri du chat, a natação é adequada para ela?

Resposta:Olá Luciana, obrigado pelo seu comentário e sua pergunta em nosso site.
 
Sabemos que a síndrome Cri-du-chat é uma síndrome rara que necessita de alguns cuidados com qualquer atividade aquática proposta.
 
Devemos levar em conta algumas características da síndrome antes de pensar na indicação da fisioterapia aquática ou natação, como:
 
  • baixo peso ao nascimento: que pode se prolongar por toda sua vida, o que ocasiona em um gasto energético maior com qualquer atividade realizada;
  • prejuízos visuais: sensibilidade visual maior que pode ser aumentada com o reflexo da água;
  • prejuízos auditivos: com perda da audição em alguns casos e frequentes infecções de ouvido;
  • Infecções respiratórias: maior complicação nesses pacientes, com infecções de repetições. Condição que pode ser agravada com problemas de coluna (escoliose)
  • Anormalidade cardíacas e renais;
  • Deficiência mental: condição que necessita de apoio constante de um profissional, tanto para segurança da criança no meio líquido como para acompanhar o processo de aprendizem da criança.
Em relação a gastrostomia, já temos um post no blog específico sobre o assunto. Após a consideração de todos esses itens e a liberação de uma atividade aquática por um médico, a fisioterapia aquática funcional integra a equipe de reabilitação para tratar esses pacientes, estimulando o desenvolvimento dessas crianças com o objetivo de proporcionar uma melhor qualidade de vida possível com o maior grau de independência.

Espero ter esclarecido sua pergunta, e me coloco a disposição para eventuais dúvidas.
 
Obrigado, Ricardo Hengles.
blog comments powered by Disqus